SEÇÃO I – CAMBIA TODO CAMBIA

Veja o video: https://youtu.be/_JhaVNJb3ag

O urso polar morreu a seguir! De fome!

Ele não conseguiu alimentar-se com o assento do banco da moto de neve que encontrou.

E assim morrerão os cerca de 25 mil ursos polares, população estimada atualmente.

Toda a equipe do Sea Legacy, organização que visa chamar a atenção de todos para a importância de preservar os oceanos, se emocionou com as imagens, que foram feitas nas ilhas Baffin, extremo norte do Canadá, pelo fotógrafo Paul Nicklen,

“Todo time do Sea Legacy foi levado às lágrimas enquanto documentava a morte desse urso polar”

Eles queriam alimentar o urso, mas não carregavam comida, nem tranquilizantes. Além disso, no Canadá, é ilegal dar comida a ursos polares.

Os ursos polares são uma das espécies mais afetadas pelas mudanças climáticas. Não é incomum que fiquem por meses sem comer, durante os meses de verão, à espera que o gelo fique firme para procurar comida. O gelo, porém, está cada vez mais escasso. E o resultado é a fome. 

“Essa é a cara da inanição. Os músculos atrofiam. Não há energia. É uma morte lenta e dolorosa. Quando cientistas dizem que os ursos polares estarão extintos em 100 anos, eu penso que a população global de 25 mil ursos vai morrer dessa forma”, desabafa Nicklen.

“Se a Terra continuar a aquecer, nós vamos perder os ursos e todo ecossistema polar. Esse grande urso macho não era velho, e certamente morreu horas depois desse momento. Mas há solução. Precisamos reduzir nosso consumo, comer as comidas certas, parar de destruir nossas florestas e começar a colocar o nosso planeta – a nossa casa – em primeiro lugar”, finalizou.

E se rompermos a barreira da apatia? E procurarmos fazer, no dia a dia, pequenos gestos que preservem o meio ambiente? Consumir menos, gastar menos água, cuidar das plantas, e das pessoas, preservar as florestas e os animais, e usar menos carros para os pequenos deslocamentos. E para os grandes também.

Essa imagem não é nova. E as sugestões, tampouco. Acreditamos, no entanto, que a repetição delas poderá surtir algum efeito na consciência coletiva. Razão de pedirmos licença para o fazer agora, neste Informativo.

Veja outras imagens e o que ele, Paul  Nicklen, diz de tudo isso: https://www.youtube.com/watch?v=AynwM6tArWA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *