SEÇÃO I – A DISPENSA DE “FLIPPY”

info133-1

“Flippy” trabalhava bem, e muito rapidamente, mas foi dispensado. O trabalho de Flippy consistia em virar hambúrgueres enquanto grelhavam, e retirá-los da grelha depois de prontos. O robô passou apenas dois dias no trabalho. Ele foi demitido porque seus colegas, humanos, não conseguiam acompanhar o seu ritmo, noticia o USA Today. Os responsáveis do CaliBurger, o restaurante onde tudo aconteceu, anunciaram a chegada do robô, com pompa e circunstância, como uma atração para os clientes. E foi criado o “Cantinho do Flippy”, onde era possível vê-lo trabalhar.

https://www.washingtonpost.com/

A estratégia resultou, mas, também, complicou a vida de Flippy. Com o aumento da procura, ficou evidente a falta de coordenação entre o ritmo do robô e a resposta dos empregados do local. Assim, concluiu-se que estes precisam receber mais treinamento para trabalhar com Flippy. E ele foi dispensado.

Flippy está equipado com um braço articulado em forma de espátula e com tecnologia de inteligência artificial baseada em nuvem. Possui, também, uma visão térmica que lhe permite perceber quando um hambúrguer está pronto. O tempo de cozedura dos hambúrgueres é monitorado em tempo real, em uma tela que mostra aos colegas de trabalho quando estão prontos. Construído pela Miso Robotics, Flippy foi anunciado como “o primeiro assistente de cozinha robótico autônomo que pode aprender, a partir do seu ambiente envolvente, e adquirir novas capacidades ao longo do tempo”.

A empresa tecnológica alega que se trata de um robô desenvolvido para trabalhar ao lado de humanos, e não para substituí-los, ajudando a aumentar o rendimento e a eficiência dos restaurantes de fast food no atendimento aos clientes. A ideia seria resolver o problema da constante rotatividade de empregados, em uma função pouco atraente como a de grelhar hambúrgueres, por envolver contato com muita gordura, calor, e um salário reduzido. Esperamos que Flippy encontre um novo local para trabalhar. E rapidamente. E desejamos, a ele, muita sorte e sucesso.

Fonte: Ciberia/ZAP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *