“A história do Primeiro de Maio mostra, portanto, que se trata de um dia de luto e de luta, mas não só pela redução da jornada de trabalho, mas também pela conquista de todas as outras reivindicações de quem produz a riqueza da sociedade.” 
Perseu Abramo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *